Estamos a cerca de 15 dias de mais umas eleições legislativas regionais. Aquelas eleições em que elegemos os deputados da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, aqueles que vão defender as suas ideias e as suas melhores propostas para a nossa Região. Ao contrário do que muitos querem fazer passar, não elegemos o presidente do Governo Regional. Elegemos deputados e esses é que darão maioria parlamentar para aprovar, ou não, o programa de governo.

Ao todo são 13 forças partidárias que concorrem a estas eleições regionais. Grande parte delas já apresentou os seus projetos para o futuro dos Açores. Por coincidência, ou talvez não, apenas o Partido Socialista é que ainda não apresentou ao que vem, pois está mais interessado em lançar obras e projetos e a dizer que agora é que vai ser, que agora é que vão resolver todos os problemas dos açorianos. Esquecem-se que estão a governar as nossas ilhas há 24 anos e que os problemas, por exemplo, da pobreza, das acessibilidades, da educação ou do emprego ainda perduram e afetam o quotidiano de todos os açorianos. 24 anos é muito, mas muito tempo mesmo!

Estas eleições são uma oportunidade única de os açorianos decidirem se querem manter tudo como está, ou seja, da falta de diálogo do Governo para com as instituições, da falta de iniciativa, da falta de estratégia ou até da falta de criatividade para resolver os nossos problemas, ou se preferem mudar, mudar para melhor, mudar para ser diferente, mudar com confiança num futuro cada vez mais profícuo. Esta mudança está nas vossas/nossas mãos.

Ando na rua há algumas semanas, a ouvir as pessoas ou as instituições e é notório que todos anseiam por uma mudança. A quantidade de problemas que vemos em cada casa é gritante, mas, enquanto isso, o PS assobia para o lado dizendo que está tudo bem. Cada açoriano sente na pele as dificuldades de viver na Região mais pobre de Portugal e das mais pobres da Europa.

Mas aquilo que mais me preocupa é a falta de interesse em ir votar porque, acreditam eles, está tudo decidido ou, pelo contrário, estão com receio de ir votar por causa da pandemia que vivemos, o tal medo que o PS e o Governo Regional fala todos os dias e em cada momento propositadamente. Para aqueles que acham que está tudo decido ou que simplesmente não votam, quero deixar uma mensagem de incentivo, incentivo a que possam ir votar. Pouco importa o partido em que vão votar, mas votem. Descarreguem o vosso voto e exerçam o vosso direito de cidadania que é votar. É muito importante não só para mim ou para qualquer outro político, mas para todos os açorianos. Não fique em casa. Vamos lutar com confiança por um presente e por um futuro melhor, sem nunca baixarmos os braços. Confiem!

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com