blank

ATIVIDADE MUNICIPAL RIBEIRA GRANDE – SETEMBRO

Orçamento Participativo Jovem com maior participação de sempre

Alexandre Gaudêncio, presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande, e a vereadora a Cátia Sousa divulgaram, no mês de agosto, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, os projetos vencedores da edição de 2022 do Orçamento Participativo Jovem da Ribeira Grande.

Esta edição contabilizou nove projetos a concurso, na vertente escolar, e cinco projetos, na vertente concelhia. No que diz respeito à vertente escolar, votaram, no total, 4296 alunos, representando cerca de 70% do universo dos alunos matriculados nas escolas do concelho.

Os projetos vencedores foram: “O olhar de uma criança”, de Beatriz Tavares, da Escola Manuel Jacinto da Ponta, Freguesia da Maia; “Uma criança a ler é uma sociedade a crescer”, de Nádia Inocêncio, da Escola Gaspar Frutuoso, Freguesia da Matriz; “Parque de Recreio: o lúdico e a aprendizagem”, de Martim Rego, da Escola Luísa Constantina, Vila de Rabo de Peixe; e a “Quinta dos Sabores e dos Saberes”, de Lia Oliveira, da Escola Secundária da Ribeira Grande, Freguesia da Matriz. No que diz respeito à vertente concelhia, o projeto vencedor foi “CSF – Crescer Saudável e Feliz”, de Margarida Medeiros e André Couto, que prevê a criação de diversas zonas de lazer na Freguesia do Pico da Pedra. No total, a autarquia irá investir 100 mil euros na implementação de todos os projetos vencedores.

 

Filarmónica Progresso do Norte inaugurou sede renovada

A vereadora Cátia Sousa, inaugurou, no início do mês de agosto, as obras de remodelação da sede da Filarmónica Progresso do Norte, na Vila de Rabo de Peixe, que custaram 25 mil euros à autarquia. Os trabalhos realizados na sede contemplaram a melhoria das condições acústicas na sala de ensaios, bem como a manutenção do interior do edifício. “A Câmara Municipal da Ribeira Grande é sensível às preocupações das instituições do concelho. Esta obra é bem reveladora de que temos correspondido, de forma afirmativa, às várias solicitações que nos são apresentadas”, revelou Cátia Sousa, no decorrer da cerimónia de inauguração.

Na ocasião, a vereadora também salientou o reforço dos apoios efetuado às filarmónicas pela autarquia durante a pandemia, tendo cada uma das oito filarmónicas em atividade do concelho recebido um apoio financeiro de 11 mil euros.

 

Estádio Municipal tem novo relvado sintético

As obras de substituição do relvado sintético do Estádio Municipal da Ribeira Grande ficaram concluídas no início do mês de agosto, conforme previsto aquando da adjudicação da respetiva empreitada. A intervenção teve um custo de cerca de 205 mil euros e foi executada num prazo de 60 dias.

“A melhoria das condições dos nossos espaços é fundamental para incentivarmos a prática desportiva, por isso consideramos prioritário este investimento. Desta forma estamos a fomentar hábitos de vida saudáveis na nossa população, em particular nos mais jovens, dando também melhores condições para os atletas dos clubes locais”, referiu o presidente da Câmara

Municipal, que marcou presença no estádio, acompanhado pelo vereador José António Garcia.

O novo relvado é um produto Safina Pro 60, com nível de qualidade “Fifa Quality” e “Quality Pro”, estando preparado para a realização de jogos de futebol 7, 9 e 11, através das respetivas marcações com medidas oficiais.

 

Ribeira Grande assinalou data da morte de Gaspar Frutuoso

A Câmara Municipal da Ribeira Grande assinalou, no dia 24 de agosto, a data do falecimento de Gaspar Frutuoso, com vários momentos evocativos. As cerimónias começaram com a colocação de uma coroa de flores junto ao mausoléu de Gaspar Frutuoso, no cemitério Nossa Senhora da Estrela e que contou com a presença da secretária Regional da Educação e Assuntos Culturais, Sofia Ribeiro, e com a guarda de honra dos Bombeiros Voluntários da Ribeira Grande. Seguiu-se uma missa campal junto à estátua de Gaspar Frutuoso, no largo com o seu nome, e uma palestra de Mário Moura. As cerimónias terminaram com uma Gala Lírica no Teatro Ribeiragrandense.

”Ao longo do ano temos vindo a organizar vários momentos evocativos sobre os 500 anos do nascimento de Gaspar Frutuoso. Preservar a sua memória é determinante para que os mais jovens possam saber quem foi e o que fez. É, para nós, ribeiragrandenses, uma figura que merece ficar perpetuada no tempo”, destacou Alexandre Gaudêncio sobre a importância das comemorações.

 

Câmara Municipal está empenhada no combate às dependências

Alexandre Gaudêncio marcou presença no encontro “Dependências, perspetivas e caminhos”,

promovido pela Associação PAV – projeto de apoio à vida, que decorreu no dia 26 de agosto, no salão da Junta de Freguesia da Ribeirinha.

O evento, que contou com a presença do diretor regional das dependências, Pedro Fins, serviu para debater e analisar as várias respostas sociais existentes para a temática das dependências. “Na Ribeira Grande estamos empenhados em ajudar a combater os efeitos nefastos das dependências, principalmente ao nível social. Para tal, apresentamos, no passado mês de julho, as linhas gerais do plano municipal de combate às dependências, que prevê, entre outras medidas, a reinserção dos dependentes na vida ativa”, revelou o autarca ribeiragrandense.

Gaudêncio adiantou, ainda, que o plano prevê o trabalho em rede das várias instituições, e destacou o facto das Juntas de Freguesia serem fundamentais, nomeadamente para a identificação de indivíduos que possam ser apoiados.

No encontro participaram as associações Novo Dia, Alternativa, Beneficiários Cativos Reintegrados e Desafio Jovem.

 

Autarquia reuniu com a Comissão Sindical de Trabalhadores da Cofaco

O presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande e a vereadora Cátia Sousa, receberam, já no início do mês de setembro, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, a comissão sindical de trabalhadores da Cofaco Açores. A reunião serviu para a comissão manifestar a preocupação relativamente às questões laborais, tendo contado com a presença de Vítor Silva, presidente do Sindicato dos Trabalhadores de Indústrias Transformadoras, Alimentação, Bebidas e Similares, Comercio, Escritórios e Serviços, Hotelaria e Turismo dos Açores.

Alexandre Gaudêncio manifestou-se solidário para com as pretensões dos trabalhadores, atendendo ao impacto social daquela empresa na Ribeira Grande, que emprega cerca de 270 pessoas. “O nosso concelho tem uma das maiores indústrias transformadoras do arquipélago e isso deve ser valorizado. As questões laborais são determinantes para se poder motivar e dignificar uma profissão, ainda mais quando se trata de mulheres, que ocupam a maioria dos postos de trabalho da Cofaco”, referiu o autarca, que ainda acrescentou que “quanto maiores forem os rendimentos, maior é o fluxo financeiro na economia local”.

 

Acesso à Escola António Medeiros Frazão melhorado

No dia 6 de setembro, o presidente da autarquia da Ribeira Grande, Alexandre Gaudêncio, acompanhado pelo vice-presidente, Carlos Anselmo, e pela presidente da Junta de Freguesia de Calhetas, Cátia Tavares, visitaram a escola António Medeiros Frazão, para assinalar a conclusão das obras daquele estabelecimento de ensino. A intervenção teve como objetivo melhorar as condições de segurança ao nível do acesso à escola, no que respeita à entrada e saída dos alunos, atendendo a que o edifício fica localizado numa estrada regional com um elevado tráfego automóvel.

“A segurança e o bem-estar das nossas crianças são fundamentais para nós, por isso aproveitámos as férias escolares para fazer esta obra que já era reclamada, há muito, pela comunidade local”, mencionou Alexandre Gaudêncio. No local, é possível notar um novo acesso à escola, fruto de uma intervenção feita na estrada regional, por parte da Secretaria Regional das Obras Públicas, e que permitiu criar uma baia de estacionamento, para tomada e largada de alunos. Aproveitando essa intervenção, a Câmara Municipal procedeu à alteração do muro de proteção do estabelecimento, criando dois novos acessos junto aos novos locais de estacionamento, conferindo, desta forma, uma maior segurança para a comunidade escolar. Alexandre Gaudêncio, salientou, ainda, que, ao longo do ano de 2022, a autarquia já investiu cerca de 180 mil euros nas escolas do concelho.

 

Gaudêncio preocupado com a falta de assistentes operacionais nos quadros das escolas

O presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande, Alexandre Gaudêncio, acompanhado pela vereadora Cátia Sousa, marcaram presença na abertura da formação “Gestão de conflitos na escola”, realizada no início do mês de setembro, na escola Rui Galvão de Carvalho, em Rabo de Peixe, junto dos assistentes operacionais daquele estabelecimento de ensino. A iniciativa decorreu no âmbito da parceira da autarquia com a VidAçor – Associação de Desenvolvimento Comunitário, e teve como principal objetivo dotar os participantes de conhecimentos no âmbito da gestão de conflitos, assim como valorizar a importância destes profissionais no ensino.

“A situação desta escola, em particular, carece de uma maior atenção, em consequência das obras de construção das novas instalações. É nossa preocupação, sobretudo com o aproximar do novo ano letivo, que seja salvaguardado, com a maior celeridade, a adequação do número de funcionários ao normal funcionamento das escolas, por forma a não colocar em causa a qualidade do nosso ensino”, referiu o autarca, enaltecendo o papel dos assistentes operacionais nos estabelecimentos escolares e manifestando a sua preocupação em relação às lacunas nos

quadros dos mesmos, no que toca ao insuficiente número de profissionais desta categoria.

 

Alexandre Gaudêncio recebeu o novo comandante da Zona Militar dos Açores

O presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande, Alexandre Gaudêncio, recebeu, no dia 8 de setembro, o novo comandante da Zona Militar dos Açores. O Brigadeiro-General Costa Santos, que tomou posse como comandante no passado mês de agosto, deslocou-se aos Paços do Concelho para a apresentação de cumprimentos ao edil.

No encontro, foi reiterada, por ambos, a disponibilidade de cooperação institucional. O autarca destacou, ainda, a profícua parceria que tem sido mantida entre a Câmara Municipal da Ribeira Grande e a Zona Militar dos Açores.

 

Ribeira Grande e Florianópolis iniciaram processo de geminação

A primeira dama de Florianópolis, Beatriz Silveira, foi recebida, no início do mês de setembro, na Câmara Municipal da Ribeira Grande, por Alexandre Gaudêncio. Na ocasião, a esposa do Prefeito Topázio Neto, acompanhada pela professora Lélia Nunes, entregou ao autarca ribeiragrandense uma proposta de geminação entre as duas cidades, que visa aproximar ambas as localidades, atendendo às comemorações dos 275 anos daquela cidade brasileira, que se assinalarão em 2023.

“Ficámos muito sensibilizados por receber a intenção de Florianópolis ser nossa cidade irmã. Para além das raízes que nos unem, há um enorme potencial que poderá ser aproveitado pelas duas cidades”, referiu o autarca. Na sessão de apresentação de cumprimentos, o edil ribeigrandense demonstrou as várias ações que têm sido realizadas na Ribeira Grande, destacando aposta no surf, atividade que tem muitos praticantes na cidade brasileira.

 

Museu da Emigração Açoreana reabriu na Ribeira Grande

O Museu da Emigração Açoreana reabriu as suas portas ao público, após obras de remodelação, e contou com a inauguração de uma nova museografia. Alexandre Gaudêncio, presidente da autarquia ribeiragrandense, proprietária do referido espaço museológico, assinalou a data, que coincidiu com a comemoração do 17º aniversário daquele museu.

“Hoje estamos a assinalar uma nova etapa deste museu. Após 17 anos da sua existência, foi nossa intenção modernizar o espaço, contanto para isso com novos painéis informativos, em bilingue, e recriando a história da nossa emigração e dos vários países que acolheram os nossos conterrâneos”, mencionou o autarca.

Para além da reabertura do museu, o presidente da Câmara Municipal anunciou vários investimentos que a autarquia pretende realizar na zona onde se insere o equipamento. O Museu da Emigração Açoreana é o único no país dedicado àquela temática, tendo, inclusive, sido o espaço cultural mais visitado até à pandemia. As obras de remodelação do museu representaram um investimento de 30 mil euros, estando previsto arrancar, em 2023, a requalificação do exterior do imóvel.