A Câmara Municipal de Matosinhos quer comprar a totalidade das frações do edifício “Antiga Câmara”, na Rua de Brito Capelo, onde funcionaram os serviços municipais até à construção do atual edifício dos Paços do Concelho de Alcino Soutinho, para ali instalar alguns serviços municipais.

Devido às novas competências decorrentes do processo de descentralização administrativa entre o Estado e as autarquias locais a Câmara de Matosinhos teve de reorganizar a sua estrutura orgânica e as atuais instalações não reúnem condições suficientes para acomodar novas funções, nem são adequadas para acolher as necessidades previstas no mapa de pessoal. Como tal, a autarquia pretende adquirir aquele espaço que, além de se situar numa das mais emblemáticas artérias da cidade, tem adequadas acessibilidades ao nível do transporte público e estacionamento.

Atualmente, a autarquia é detentora de um escritório e uma loja, mas paga renda de 15 lojas onde são desenvolvidas atividades da responsabilidade da autarquia ou de entidades sem fins lucrativos. Dos 29 escritórios e 42 lojas existentes, cerca de metade dos espaços estão desocupados e a Câmara de Matosinhos pretende adquiri o maior número de frações, sendo que a intenção é comprar a totalidade do capital do edifício, que está avaliada em mais de 1 milhão de euros.

Este é o regresso da autarquia à rua onde saiu na década de 80, acompanhando um ciclo de reabilitação urbana que está a acontecer na artéria com 31 projetos em análise nos Serviços de Gestão Urbanística para requalificação ou alteração de uso decorrentes dos incentivos fiscais fixados no âmbito da Reabilitação Urbana de Matosinhos.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com