O “Cantinho do Estudo” foi um projeto piloto implementado em 2018, primeiro em Canidelo, depois em Avintes, e hoje está por todo o concelho. Trata-se de uma parceria entre a Fundação Manuel António da Mota, a Câmara Municipal de Gaia e as juntas de freguesia, e, até agora, já beneficiou 179 alunos de 25 escolas (12 agrupamentos) de Vila Nova de Gaia. Em três anos letivos (2018/19, 2019/20 e 2020/21) foram proporcionados 135 espaços de estudo e disponibilizados 65 computadores, a alunos dos 2º, 3º, 4º e 6º anos de escolaridade.

O projeto tem sido muito positivo, principalmente tendo em conta o balanço do último ano, onde, dos alunos abrangidos pelo projeto, 95% transitaram de ano, 84% reduziram o número de avaliações negativas face ao ano anterior, 98% consideraram o acompanhamento significativo para o seu sucesso escolar e 84% das famílias classificaram a intervenção do “Cantinho do Estudo” como muito positiva.

“O sucesso deste projeto só se deve ao espírito de um trabalho em rede que todas as entidades envolvidas souberam aproveitar”, garantiu Eduardo Vítor Rodrigues, presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia.

O “Cantinho do Estudo” vai muito além de um programa que visa melhorar as condições de alojamento e estudo nas habitações dos alunos mais carenciados.  Através de um móvel e da criação de condições dignas para a realização, em casa, das suas tarefas enquanto estudantes, o programa pretende criar um conjunto de memórias positivas em infâncias difíceis. Aliás, é por isso que em alguns casos, a intervenção é mais do que a simples colocação desse móvel e inclui melhorias nas paredes, caixilharias das portas e janelas do quarto ou espaço de estudo das crianças.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com