Tal como a maioria dos eventos sociais agendados para este ano, a confraternização dos naturais e amigos do concelho da Ribeira Grande da Nova Inglaterra foi cancelada. O convívio que estava agendado para o dia 26 de Setembro do corrente ano teria lugar no restaurante Venus de Milo, em Swansea, Massachusetts. Para os Amigos da Ribeira Grande-USA, que são a organização promotora destes eventos, não foi fácil tomar esta resolução, uma vez que este ano a festa ribeiragrandense na América contaria a sua vigésima oitava edição consecutiva. Escusado é lembrar, mas lembramos aos leitores mais descuidados que este cancelamento se relaciona com as regras impostas pelos governos estadual e federal no combate à propagação do Covid-19.

Pelo seu actual presidente, João Luís Morgado Pacheco, os Amigos da Ribeira Grande informam que as suas actividades voltarão à normalidade em 2021, se vida normal voltarmos a ter, e que o vigésimo oitavo convívio se há-de realizar em data a anunciar brevemente. Quanto às bolsas de estudo que esta organização oferece anualmente, há a informar que os candidatos deste ano que já submeteram os seus formulários serão levados em consideração, e desta forma estarão aptos ao concurso de 2021.

 

Fazer Férias Cá Dentro

Não tem nada a ver com o slogan da Câmara Municipal da Ribeira Grande “Faça Férias cá Dentro” o facto de este ano termos feito cá dentro as férias. Esta foi, cremos, a resolução que qualquer ser humano com o mínimo de senso este ano decidiu fazer. Não adianta desânimos e muito menos má disposição, nem vale a pena brigar com os vizinhos, porque se as fronteiras estão fechadas ou cheias de restrições, o melhor é amanhar-nos com aquilo que temos cá dentro. Aliás, é uma ótima oportunidade para valorizar-mos aquilo que é nosso, porque nem sempre a relva é mais verde do outro lado da cerca. Cá dentro temos muitos cantinhos que não conhecemos e, se realmente nos pusermos a explorá-los, teremos muito a descobrir.

Por estes lados, sem nunca infringir as leis do confinamento e da distância social o automóvel já gastou mais volume de pneus em meio-verão deste ano do que verão-e-meio do ano passado. As idas à praia é que estão mais reduzidas este ano por várias razões, das quais sobressai o voluntário afastamento às massas humanas e as distâncias físicas impostas pela lei. Por isso, em vez de lá ir aos fins de semana, optamos por frequentá-las em dias úteis, quando calha uma folgazinha.

 

Louvor à Família Batista

Apesar da crise e deste tempo de incertezas há quem se mantém firme aos seus objectivos planeados antes da pandemia. É o caso da família Batista, de Fall River, liderada por Paul Alexandre, que se havia proposto a angariar fundos para auxiliar as obras da nossa igreja Matriz. Entre os eventos programados havia pelo menos um jantar com música que, claro, foi cancelado. Mas a família arranjou maneiras de “take-out”, vendas de malassadas e mais programas do género, acumulados com sorteios semi-virtuais, realizados com o habitual entusiasmo, pelo qual a comunidade é conhecida. Uma iniciativa deste porte é digna de um público louvor. Muito Obrigado! Bem hajam, e que a Senhora da Estrela sempre os ilumine.

 

Praça do Emigrante

Parabéns à Ribeira Grande por mais um espaço aberto, que por tal nos dá uma sensação de liberdade. Bem perto do mar e com a serra à vista. Com a serra às costas e o mar pela frente é que o emigrante saiu da ilha. Ou: pôs a serra às costas, avançou para o mar, e nele se meteu atrás do infinito. No mar o horizonte se alarga sem o podemos alcançar. É a tal imensidão do mundo que nos espera quando de uma pequena ilha saimos.

Por acaso acompanhámos de perto as cerimónias da inauguração deste novo espaço público, que temos a certeza ser mais um dignificador da nossa terra. Porém, ficámos com a curiosidade de saber por onde tem andado o mister Vasco Cordeiro. Em cerimónias deste calibre fica melhor a presença física do líder do que a sua representação por outro personagem. Sim, já estamos acostumados, é certo, mas a realização deste evento teve como alvo homenagear o Povo Açoriano em todas as partes do Globo Terrestre. Um povo sem líder é como um polícia sem cacetete. Se fosse precisamente em vésperas de eleições lá estaria, mas em 26 de Julho ainda não tinha a certeza de concorrer para um novo mandato. Dentro deste pensamento, imagina-se contentamento e alívio para uns, penas e tristezas para outros o facto de este ano não haver o tradicional desfile de celebridades na cidade de Fall River, no último domingo de Agosto. É que, quase sempre a parada se realiza debaixo de um sol escaldante, provocando queimaduras nas carecas e fervuras nas cabeludas. E fico-me por aqui, porque se o papel não estica, muito menos a paciência dos leitores. Haja saúde!

 

Emigrante açoriano,

Amas a terra-natal.

Faz parte do ser humano

Aquilo que és, afinal!

 

Deixaste atrás a serra

E te puseste ao mar.

Mas por amares a terra

Só pensas em regressar!

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com