Na Praça do Município pode ver-se a exposição “Soldados da Paz, no Feminino!”, uma exposição sobre a mulher bombeira, com 30 fotografias da autoria de Mário Fragata. As fotografias são uma forma de comemorar o 142º aniversário da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Ponta Delgada. Maria José Lemos Duarte, presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada, apontou a exposição como uma ferramenta de valorização das mulheres e uma ferramenta de luta contra a discriminação em função de género que ainda existe no país e no mundo.

 

No âmbito da comemoração do 142º aniversário da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Ponta Delgada (AHBVPD), está patente na Praça do Município, até final do mês de agosto, a exposição “Soldados da Paz, no Feminino!”. Como o próprio nome indica trata-se de uma mostra sobre a mulher bombeira e em exposição estão 30 fotografias da autoria do jovem fotógrafo amador Mário Fragata, natural dos Mosteiros, mas que reside nos Ginetes há vários anos.

As fotografias foram tiradas no âmbito da comemoração do Dia Internacional da Mulher e visam dar a conhecer algumas das bombeiras que fazem desta missão de dar a vida pelos outros. “As fotos aqui expostas são uma merecida e justa homenagem às mulheres que colaboram com esta Associação que, ao longo dos anos, tem sabido acompanhar as mudanças sociais e culturais, eliminar barreiras no acesso a esta atividade e integrar a diversidade”, disse Maria José Lemos Duarte, presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada.

A autarca referiu os progressos alcançados na promoção da igualdade de género, mas não esqueceu que há hábitos enraizados que continuam a fomentar a discriminação em função do género. O trabalho para mudar mentalidades tem de continuar e é de todos! Maria José Lemos Duarte acrescentou que “Ponta Delgada foi uma das primeiras autarquias de todo o país a celebrar um protocolo de cooperação com a Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género, logo em junho de 2019, na origem do Plano Municipal para a Igualdade e a Não Discriminação de Ponta Delgada 2020-2023”. Nesse documento, a autarquia comprometeu-se a contribuir para a prevenção e correção das desvantagens das mulheres no mercado de trabalho, promovendo a sua maior participação cívica. Esta exposição é um exemplo desse trabalho.

João Paulo Medeiros, presidente da AHBVPD, referiu que a exposição assinala também, de uma forma diferente, os 142 anos da associação. “Este é um mundo de permanente disponibilidade de serviço, em prol do outro, de dedicação e entrega à comunidade. Felizmente que deixou de ser uma missão exclusiva de homens, sendo que as mulheres desempenham hoje, por mérito e capacidade próprias, um lugar onde impera a igualdade, o companheirismo e sobretudo o humanismo no relacionamento com o outro, com o mais frágil”.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com