No dia 25 de janeiro a Tuna “ A Vencedora “ de Vilar de Andorinho, disponibilizou o Auditório para a realização da Festa de Homenagem ao Sr. Meireles, como Ator e Encenador.

   A iniciar a Homenagem tivemos a oportunidade de assistir à atuação, do Grupo de Cavaquinhos da Academia Sénior de Vilar de Andorinho ensaiado pelo Maestro Adelino Pinho.Com um poema de Ana Santos adaptado para este evento.

  A Academia é um projeto Social e Educativo de extrema relevância para a comunidade Sénior de Vilar de Andorinho, que tem como objetivos promover o envelhecimento ativo, contribuir para atualização de conhecimentos e incentivo da formação permanente, desenvolvimento e o melhoramento da qualidade de vida das pessoas, através da sua estimulação intelectual e física; enriquecimento da ocupação de tempos livres; aumento do sentimento de utilidade, bem – estar e integração na comunidade; conceção de novos interesses a nível social e cultural e criação e manutenção de relações sociais e culturais.

Atualmente a Academia Sénior de Vilar de Andorinho tem cerca de 100 alunos e 15 disciplinas.

  A segunda atuação foi da responsabilidade do Grupo AMAVA (Academia de Música e Artes ) de Vilar de Andorinho.

  Este Grupo de Jovens pertencente à Academia formou a Tribo Ta – Meri que é uma companhia profissional de dança que tem como objetivo principal a promoção e divulgação da dança oriental, criando assim um reportório de atuações dos vários estilos desta arte.

O trabalho destas jovens deu um brilho de cor e magia nas suas atuações, que só com muito empenho e dedicação e gosto pela dança, conseguiram tão brilhante exibição.

  Um momento muito especial foi a projeção de fotografias das peças, onde o Homenageado participou como ator e encenador e foi sem dúvida algo muito emotivo e bonito de testemunhar. É caso para dizer que uma fotografia vale mais do que mil palavras.

  O Sr. Gomes de Carvalho é Amigo verdadeiro do Sr. Meireles e ninguém melhor que este grande Senhor para dar a conhecer a todo público presente a caminhada do Homenageado no Mundo do Teatro, também documentado com fotografias, que fez muitas pessoas no Auditório recordar memórias do passado.

 A cantora Irene Silva também fez questão de homenagear o Sr. Meireles porque também foi ensaiada por este grande encenador e deliciou toda a plateia com um lindíssimo Fado e duas canções.

  O teatro engloba também o gosto pela poesia e foi uma pequena tertúlia de poesia, onde o ator, encenador e declamador Arlindo Fernandes declamou três poesias; o ator Eduardo Moura também declamou uma poesia e a poetisa Ana Santos também declamou um poema da sua autoria.

  O ator Sr. Soares representou um pequeno excerto da peça “ O vagabundo das mãos de oiro “ de Romeu Correia que foi um momento espetacular bem representado que “ agarrou “ o público pela grandeza da atuação e da mensagem.

  A mesa solene foi representada pelo responsável da Tuna “ A Vencedora “ Sr. Adelino Pinho; o Presidente da Junta de Freguesia de Vilar de Andorinho Drº Serafim Teixeira ; o representante da Câmara de Vila Nova de Gaia o Vereador Drº Manuel Monteiro e o Homenageado Sr. Meireles. Este momento foi muito bonito pela grandeza das palavras que foram mencionadas, pelos elogios e sobretudo pela humildade do Sr. Meireles que estava bastante emocionado por todo espetáculo elaborado para a realização da sua Festa de Homenagem.

  Os atores presentes na sala foram convidados a subir ao palco para felicitar o Sr. Meireles e ofereceram-lhe um busto de Almeida Garrett em bronze.

  A terminar antes do porto de honra foi declamado um poema “ O Barnabé “ que foi o primeiro poema declamado pelo Sr. Meireles em criança com apenas nove anos de idade que fez perceber a quem o escutou a grande capacidade em decorar e o talento para declamar e foram os ingredientes necessários para conquistar o palco e defender com dignidade e amor à camisola a Arte de Representar.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com