João Pedro Matos Fernandes participou na inauguração da requalificação ambiental da Margem do Rio Douro entre a Quinta dos Frades e o Areinho de Avintes, ao lado de Eduardo Vítor Rodrigues, presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia. A pequena inauguração aconteceu no dia 15 de maio, no Cais do Espinhaço. O ministro ainda teve oportunidade de provar um Porto Tónico de lata e conduzir o Toyota Mirai, movido a hidrogénio.

 

 

Já diz o ditado que cerimónia molhada é cerimónia abençoada, por isso, foi abençoada a pequena cerimónia de inauguração da requalificação ambiental da Margem do Rio Douro entre a Quinta dos Frades e o Areinho de Avintes. Foi no emblemático Cais do Espinhaço, no dia 15 de maio, que Eduardo Vítor Rodrigues, presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia, e João Pedro Matos Fernandes, Ministro do Ambiente e da Ação Climática, descerraram a placa inaugurativa do espaço após um passeio de barco que percorreu a frente fluvial da cidade.

A obra de requalificação da frente fluvial de Vila Nova de Gaia teve início com a consolidação da escarpa da Serra do Pilar e vai prolongar-se, passando ainda por Arnelas, Crestuma e Lever.  Ao todo, a obra de requalificação reabilitará 17 kms da orla ribeirinha gaiense, e, neste momento, Eduardo Vítor Rodrigues garante que está 75% concluída e ficará totalmente pronta em 2022.

“Este processo começou na escarpa da Serra do Pilar e vemos a ser desenvolvido numa logica de etapas, que é fundamental para perturbarmos o menos possível, permitindo-nos a maior agilidade possível e, também, para irmos aproveitando gradualmente os fundos disponíveis da área do Ambiente, que nos têm valido para fazermos esta transformação”, explicou Eduardo Vítor Rodrigues, presidente da Câmara Municipal de Gaia.

O objetivo desta requalificação é, segundo o autarca gaiense, dar uma nova vida à zona fluvial do concelho, uma vez que se tratam de espaços cada vez mais frequentados. Eduardo Vítor Rodrigues salientou ainda que nesta reabilitação se está a manter os traços originais da história dos povos, sendo que se está a manter o que é original, dando os exemplos dos muros de pedras das quintas. O edil notou também que se aprende com os erros do passado e garantiu que esta requalificação ambiental não trará as mesmas consequências que trouxe a requalificação da orla costeira, no caso, o empreendedorismo imobiliário.

O presidente de Vila Nova de Gaia terminou o seu discurso direcionando-se ao ministro João Pedro Matos Fernandes sobre o orgulho na obra que estavam a inaugurar: “Admito que olhe para este espaço e veja uma pequena reabilitação, mas verdadeiramente quero que saiba que esta reabilitação é, para nós, uma das coisas mais extraordinárias, de que nos orgulhamos na gestão autárquica e que significa perenizar aquilo que temos de melhor, que são as nossas zonas ribeirinhas e fazendo-o num perfeito respeito por aquilo que são as nossas identidades”.

“Eu só discordo do sr Presidente de Câmara quando ele diz que eu posso achar esta uma pequena reabilitação. Fui munícipe de Gaia muitos anos, conheço, não posso dizer que bem esta zona, porque ela não tinha forma de se dar a conhecer, mas conhecia-a suficientemente bem para ter noção da grande transformação que foi feita”, foi assim que Matos Fernandes respondeu a Eduardo Vítor Rodrigues sobre a “pequena obra”.

Vila Nova de Gaia apresentou ainda duas novidades ao ministro: o Porto Tónico em lata e o novo Toyota Mirai, movido a hidrogénio. Matos Fernandes estava encantado com as novidades e apelidou-as de “grandes inovações”.

“Que gosto eu tive de beber, pela primeira vez, um produto de Gaia, um porto tónico de lata que me ofereceram quando vinha no barco. E o prazer de terem confiado em mim o Toyota Mirai, para o trazer neste percurso. Tive muito gosto de conduzir um carro a hidrogénio. Temos aqui dois produtos de futuro, um de grande consumo, que vai ser certamente um sucesso, o Porto Tónico de lata, e um produto que vai ser cada vez mais evidente nas nossas estradas, esta nova forma de mobilidade, elétrica, mas alimentada por hidrogénio. Em apenas 1h Gaia apresentou-me estes dois produtos, imaginem se cá passasse o dia todo”, brincou o Ministro do Ambiente e da Ação Climática.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com