Preocupada com o bem-estar da população que mais precisa, a Marques Inovação e Ambiente, Lda. (Marques I&A) lançou o Projeto “Cuidar e Viver”, que terá serviços específicos e duas unidades, uma de geriatria e outra de convalescença.

 

 

Devido ao envelhecimento da população, e ao consequente aumento da esperança de vida, que obriga a encontrar respostas adequadas para as necessidades de cada um, a Marques Inovação e Ambiente, Lda. (Marques I&A) decidiu lançar o Projeto “Cuidar e Viver”, que consiste na prestação de serviços por duas unidades distintas: a Unidade de Geriatria e a Unidade de Convalescença.

A Unidade de Geriatria, que começará a funcionar já este mês de novembro, tem por objetivo restaurar a saúde e manter ou melhorar o grau de independência física e mental do utente. Esta unidade incluirá vários serviços, como a Consulta de Geriatria, que servirá a população de São Miguel, podendo também abranger a de Santa Maria, e os Cuidados Integrados ao Doente Geriátrico, que têm como objetivo a gestão coordenada da doença crónica. Estes dois serviços terão início neste mês de novembro. A Unidade de Geriatria incluirá ainda, a partir do segundo semestre do próximo ano, um serviço de Internamento Domiciliário que pretende dar uma alternativa ao internamento convencional, proporcionando assistência clínica de forma contínua e coordenada.

Em momento ainda a definir, está previsto o lançamento da Unidade de Convalescença, uma unidade de internamento destinada a pessoas que apresentam doença crónica agudizada ou que se encontram em fase de recuperação de processo agudo, com perda de autonomia potencialmente recuperável. Através desta unidade pretende-se promover o restabelecimento das funções, atividades ou capacidades alteradas, em consequência de processos patológicos prévios (médicos, cirúrgicos ou traumatológicos), de situações agudas/crónicas agudizadas.

O Projeto Cuidar e Viver disponibilizará também uma plataforma, sob a forma de aplicação informática, para prestação de cuidados de forma remota, através da qual será possível acompanhar, em tempo real, doentes crónicos ou seniores, assim como situações de convalescença ou acompanhamento pós-hospitalar, já que esta permitirá efetuar a monitorização à distância de sinais vitais, efetuar videconsultas e comunicar com o utente, bem como apoiar atividades relacionadas com a saúde, o bem-estar e a segurança do utente.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com