A requalificação do mítico campo municipal de S. Tiago, em Oliveira do Douro, resulta de um investimento de cerca de 1 milhão de euros e já se encontra em procedimento. Dário Silva, presidente da Junta de Freguesia de Oliveira do Douro, assegura que o espaço servirá tanto para os clubes da freguesia como outros do concelho.

 

 

Foi iniciado o processo de requalificação do conhecido campo de S. Tiago, em Oliveira do Douro, com o objetivo de lhe dar um novo uso e criar condições para a sua utilização e rentabilidade. Com um custo de sensivelmente um milhão de euros, este processo estará completado, previsivelmente, no início de 2022.

Este espaço acabou por ser abandonado devido à falta de condições e por insuficiência de dimensões, levando à construção de um novo estádio nas proximidades da Junta de Freguesia.

De modo a assegurar a segurança de futuros utilizadores, a requalificação, atualmente em curso, pretende recuperar o máximo possível de elementos construídos. A cobertura da bancada demonstra degradação e poderá ser corrigida com uma pintura adequada, ao contrário dos balneários, que com condições de salubridade e conforto muito deficitárias, não serão recuperáveis, dando origem a um novo corpo de balneários. Serão, ainda, construídas instalações sanitárias para o público, com condições para a inclusão de cidadãos com mobilidade reduzida ou condicionada. A área junto à entrada também será ampliada, de modo a acomodar uma sala de espera, uma secretaria, um posto médio e uma arrecadação para equipamentos desportivos.

Em declarações exclusivas ao AUDIÊNCIA, Dário Silva, presidente da Junta de Freguesia de Oliveira do Douro, afirma que se encontra satisfeito pelo facto do terreno ser mantido para a prática de desporto e formação para os mais jovens, em vez de ser utilizado para a construção de habitações.

Quanto ao impacto desta requalificação, Dário Silva, acredita que poderá exceder os limites da própria freguesia, “uma vez que é um equipamento que passa a estar disponível para os clubes da freguesia, mas também para os outros clubes do concelho”. Acrescenta, ainda, que, numa perspetiva da freguesia, fica feliz por ver jovens gaienses a usufruir do espaço e acrescenta que é para isso que é necessário a política, servindo as necessidades da população.

O presidente da junta de freguesia de Oliveira do Douro, refere que “a Câmara, de uma forma brilhante, tem feito um excelente trabalho em todo o domínio social e, particularmente, neste período difícil, onde tem articulado, com as restantes juntas de freguesia, uma parceria para dar um conjunto de respostas aos habitantes de Gaia”.

O futuro estádio municipal de S. Tiago tem mais de 7,5 mil metros quadrados, dos quais 5,6 correspondem à área de jogo. A sensivelmente 1 quilómetro deste campo, encontra-se totalmente lotado, com quatro grupos desportivos, o Estádio Municipal da Lavandeira, que poderá ver a sua oferta aumentada com a requalificação do campo de S. Tiago.

A Câmara de Gaia reconhece que este processo é fundamental para o desenvolvimento dos jovens, contribuindo para a melhoria da saúde física e mental e para a promoção da cidadania ativa e da inclusão social.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com