A Comissão de Ilha do Partido Socialista de São Miguel apresentou a lista dos candidatos à presidência dos seis municípios de São Miguel. André Rodrigues garantiu que os candidatos têm ambição no futuro dos municípios que encabeçam e reforçou a necessidade da participação eleitoral, mesmo em tempo de pandemia.

 

Foram aprovados “por uma maioria expressiva” os candidatos à presidência dos seis municípios de São Miguel pela Comissão de Ilha do Partido Socialista de São Miguel.

De acordo com André Rodrigues, Secretário Coordenador do PS/São Miguel, foram apresentados, para cada um dos seis concelhos, “candidatos que congregam e reforçam a confiança no projeto político do Partido Socialista”.

Quanto aos candidatos, o Secretário Coordenador do PS/Açores garante que têm ambição no futuro para cada um dos concelhos que encabeçam, além de projetos autárquicos a pensar nos problemas que cada freguesia e concelho enfrenta.

André Rodrigues destacou a importância de se “reforçar a proximidade e os mecanismos de participação política”, reforçando que em tempos de pandemia é essencial que se reforce a importância do ato eleitoral.

“As eleições autárquicas são aquelas que, pela sua natureza, mobilizam o maior número de candidatos, permitindo, por seu turno, concretizar em cada localidade um projeto político de progresso baseado nos princípios e valores defendidos pelo PS”, referiu o Secretário Coordenador do PS/São Miguel, durante a reunião da Comissão de Ilha.

Os candidatos a Presidentes das Câmaras Municipais de São Miguel são: Cristina Calisto à Câmara Municipal de Lagoa; Ricardo Rodrigues à Câmara Municipal de Vila Franca do Campo; Pedro Nuno Melo à Câmara Municipal da Povoação; Lurdes Alfinete à Câmara Municipal da Ribeira Grande; André Viveiros à Câmara Municipal de Ponta Delgada; e Rafael Branco à Câmara Municipal do Nordeste.

André Rodrigues destacou ainda o trabalho dos autarcas do PS que, quer no exercício do poder como na oposição, ao longo deste último mandato, “foram e são indispensáveis e o verdadeiro motor do sucesso do nosso partido”.

“Este combate é absolutamente decisivo para os Açores e para aquilo que significa o futuro dos Açores”, afirmou o Presidente do PS/Açores, Vasco Cordeiro, que no seu discurso já havia apelado ao envolvimento de todos neste combate autárquico e que afirmou que “poucas vezes no passado terá estado tanto em causa”.

“Necessitamos de nos mobilizar a todos, e de mobilizar todos aqueles que pudermos, para que a Região, cada um dos municípios, cada uma das freguesias, possa continuar a ter com coerência, com sentido de futuro, com competência, um trabalho feito pelos seus autarcas, pelos autarcas do Partido Socialista, mas que sobretudo sirva a Região a cada uma das suas comunidades”, considerou Vasco Cordeiro, líder dos socialistas açorianos.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com