A Junta de Freguesia do Pico da Pedra celebrou o 182º aniversário com um programa cultural, desportivo, recreativo e religioso. João Soares, presidente da Junta de Freguesia do Pico da Pedra, afirmou que “o objetivo é dar seguimento às tradições culturais e religiosas da nossa freguesia”.

A Semana Cultural do Pico da Pedra, onde, está também associado o Império dos Inocentes, realizou-se entre os dias 10 e 18 de junho e contemplou, a abertura da exposição “Um Olhar sobre o Pico da Pedra”, o passeio dos Avós que movimentou cerca de 35 seniores até ao Coro Baixo do Santuário da Esperança, torneiros organizados pelo Vitória Clube do Pico da Pedra, atuação da Filarmónica Aliança dos Prazeres e iniciativas relacionadas com o Espírito Santo, como a recitação do Terço em Louvor, a missa campal que contou com a presença de todas as crianças e idosos da freguesia e a distribuição das Sopas do Espírito Santo pela população.

João Soares revelou que, no dia do Pico da Pedra, dia 16 de junho, a freguesia “acordou com o soar dos sinos e com toque da alvorada”, que foi composto por uma salva de 21 tiros e pelo içar da bandeira.

O presidente da Junta de Freguesia disse, durante a Sessão Solene Comemorativa do “Dia do Pico da Pedra”, que “comemorar 182 anos de freguesia implica uma reflexão, um olhar sobre o Pico da Pedra”.

O autarca picopedrense salientou que, a “Câmara da Ribeira Grande teve sempre uma visão de parceria com a Junta de Freguesia do Pico da Pedra” e que “só assim foi possível realizar várias obras, tanto pela própria Câmara, como obras executadas pela Junta de Freguesia.

No âmbito da celebração, Alexandre Gaudêncio, presidente da Câmara da Ribeira Grande, confirmou que a obra de requalificação da avenida da Paz, na freguesia do Pico da Pedra, orçada em cerca de 380 mil euros e com um prazo de execução de 240 dias, foi concedida à empresa A.R. Casanova e que iria avançar no mês de julho.

O presidente da autarquia da Ribeira Grande divulgou que a obra é “um desejo antigo da freguesia do Pico da Pedra que esta Câmara decidiu concretizar” e que está satisfeito “por esta ser mais uma obra que vai ser realizada por uma empresa de construção civil do concelho, o que permite que o investimento autárquico fique no mesmo, contribuindo assim para a economia local, um setor que atravessa evidentes dificuldades”.

O projeto de requalificação da avenida da Paz tem como objetivo dotar a mesma de saneamento básico, de rede de abastecimento de águas e reabilitação dos pavimentos onde se inclui a correção do perfil do arruamento e a criação de passeios em pavê.

“Trata-se, sem dúvida, de uma obra estruturante para a freguesia, na medida em que vai melhorar de forma significativa um dos principais troços da localidade, que regista maior influência de pessoas, principalmente nos horários de entrega e recolha das crianças na escola”, evidenciou Alexandre Gaudêncio.

No âmbito da celebração do aniversário do Pico da Pedra, o presidente da Câmara da Ribeira Grande recordou ainda outras intervenções, que foram realizadas na rede viária da localidade e concretizadas pela autarquia no mandato em curso, nomeadamente “os melhoramentos em praticamente todas as artérias da freguesia, com especial enfoque para as ruas Capitão Cordeiro, Dr. Dinis Moreira da Mota e 24 de Agosto. Para além disso, foram realizados diversos trabalhos de asfaltagem que oferecem mais conforto aos automobilistas”.

 

blank

 

Neste seguimento, o presidente da Junta de Freguesia do Pico da Pedra também relembrou alguns trabalhos, principalmente a recuperação de habitações degradadas, a pavimentação do piso da freguesia, o aumento da capela mortuária, o parque de estacionamento da escola, a obra do Cantinho do Romeiro, a correção das curvas da rua da Lomba, a abertura do Parque Pedagógico/Recreativo Maria das Mercês Carreiro e a inauguração dos balneários do campo de futebol.

“O Pico da Pedra está diferente, cresceu e oferece uma boa qualidade de vida aos que aqui nasceram e aos que optaram vir para cá residir e integrar a nossa comunidade”, declarou João Soares.

Nos últimos quatro anos, a autarquia picopedrense apostou em outras áreas, concorreu a todos os programas existentes, “desenvolveu uma forte ação envolvente da área social” e procurou “ser o elo de ligação entre todas as instituições e forças vivas da freguesia”.

A Junta de Freguesia do Pico da Pedra candidatou-se a vários programas de emprego, que tinham como objetivo “levar pessoas no desemprego a beneficiar novamente de reinserção social”. João Soares destacou que, através do programa PROSA – Programa Social de Ocupação de Adultos, do programa CTTS – Ocupação Temporária de Trabalhadores Beneficiários de Subsídio de Desemprego, do programa FIOS – Programa Formar, Inserir e Ocupar Socialmente e do programa SEI – Programa Suporte ao Emprego Integrado, a autarquia conseguiu, nestes 4 anos de mandato, a inserção profissional e social de desempregados.

“Para nós, muito mais importante do que as obras, cimento e bolcos, são as pessoas e por isso é que tivemos uma política de proximidade e de diálogo com os picopedrenses. Eles são a razão da nossa existência e, enquanto autarcas, estamos aqui para os servir, minimizando as suas dificuldades e proporcionando-lhes melhor qualidade de vida”, declarou João Soares.

A autarquia do Pico da Pedra apoia financeiramente as instituições locais, através da assinatura de protocolos de cooperação, que enriquecem a comunidade e disponibiliza às crianças residentes na freguesia, o transporte de casa para a escola e vice-versa.

O presidente da Junta de Freguesia aproveitou ainda, a Sessão Solene Comemorativa do “Dia do Pico da Pedra”, para homenagear o trabalho que foi desenvolvido pela instituição Vitória Clube Pico da Pedra, que celebrou 25 anos, no dia da freguesia.