“Do modelo da antiguidade, que conjugava de forma irrepetível a equação entre a experiencia teatral e a presença cívica, o festival de teatro de nossos tempos, definitivamente inaugurado em Avinhão por Jean Vilar em 1947, recupera a territorialidade e a ambição aglutinadora, condições indispensáveis para a experiencia de festa que encontra em “festival” a sua forma adjetiva”.

Desta forma efusiva cumprimentava o dramaturgo Luiz Francisco Rebello o aparecimento inaugural do FITEI/Festival Internacional de Teatro de Expressão Ibérica no ano de 1978.

Os festivais na sua função de recriação da vida e de paragem do quotidiano servem para nos lembrar que paralelamente ao tempo de trabalho existe o tempo do ócio (do lazer) tempo inseparável e insubstituível que recria o tempo das festividades antigas e das celebrações espontâneas.

De igual forma o PORTOCartoon nos visita ano a não há quase já duas décadas, sempre atento e alerta aos problemas da atualidade. Este festival do desenho e do engenho, que ganhou profundas raízes na nossa cidade, está ai presente e alerta para nós lembrar o melhor e o pior da nossa “humanidade”.

Damos aqui neste artigo a conhecer os vencedores, lembrando ainda que o ano passado a edição nº 18 do festival homenageava ao futebolista madeirense Cristiano Ronaldo , hoje a espera de um aeroporto internacional! (parabéns!)

O artista belga Luc Vernimmen é o vencedor do Grande Prémio do 19º PortoCartoon-World Festival, organizado pelo Museu Nacional da Imprensa e subordinado ao tema ONU 2017, O Turismo. A obra intitula-se “Sustainable Tourism”.

O Segundo Prémio foi atribuído a Jitet Kustana, da Indonésia, com a obra “Sunbathing in the Beach” e o Terceiro Prémio pertence a Angel Boligan, do México.

A edição deste ano contemplou dois Prémios Especiais de Caricatura centrados em duas grandes figuras de relevo mundial: Pablo Picasso (1881-1973), em evocação da famosa Guernica (80 anos), e António Guterres (1949 -). Os vencedores foram, respetivamente, Dalcio Machado (Brasil) e António Santos – Santiagu (Portugal).

A elevada qualidade dos trabalhos levou o júri internacional a atribuir mais de 20 Menções Honrosas a artistas de países tão diferentes como Brasil, Itália, Rússia, Turquia, Espanha, Bulgária, USA, China, Polónia, Ucrânia, Sérvia, França, Irão, México e Egito.

Em apreciação estiveram mais de 1500 obras, de mais de 400 artistas, oriundos de 62 países distintos.
Brasil, Irão, Roménia e Portugal assumem-se como os países com maior participação.

Com esta 19ª edição, o PortoCartoon volta a reforçar o seu lugar no pódio dos certames internacionais de desenho de humor e mostra a pertinência da classificação do Porto com o ‘Capital do Cartoon’, atribuída em 2008.

O Júri internacional do 19º PortoCartoon teve como Presidente Honorário Georges Wolinski – cartunista do Charlie Hebdo assassinado em 2015, em Paris, e que durante uma década tinha sido presidente do Júri. Integraram o Júri 2017: Bernard Bouton (presidente da FECO), Inês Moreira (Faculdade de Belas Artes do Porto), Luiz Humberto Marcos (diretor do Museu Nacional da Imprensa), Roberto Merino (encenador e director do Curso Superior de Teatro da Esap/Escola Superior Artística do Porto)  e Xaquín Marín (fundador do Museo de Humor de Fene, Espanha).

Os vencedores do 19º PortoCartoon receberão os troféus (desenhados por Siza Vieira) e os Prémios durante a cerimónia de abertura da exposição, que decorrerá nas instalações do Museu Nacional da Imprensa e noutros locais do Grande Porto, em junho, como é habitual. (dados oficias fornecidos pelo Museu Nacional da Imprensa – Comunicação)

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com