O presidente da Câmara da Ribeira Grande, Alexandre Gaudêncio, assinalou a abertura da época balnear no concelho, com o hastear da Bandeira Azul nas Piscinas Municipais da Ribeira Grande, zona balnear que recebeu, pela primeira vez, o galardão de qualidade ambiental. A cerimónia contou com a presença de Filipe Jorge, vereador da autarquia, e dos presidentes de Junta de Freguesia de cada zona balnear do município.

 

 

 

A cerimónia de abertura da época balnear foi presidida por Alexandre Gaudêncio, presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande, que enalteceu que “a Ribeira Grande dispõe, pela primeira vez, de quatro zonas balneares com Bandeira Azul e também investimos no reforço da segurança dos banhistas”, dando como exemplo a “aquisição de uma cadeira anfíbia para as Piscinas Municipais e a colocação de novos passadiços nas praias de Santa Bárbara (Ribeira Seca) e Moinhos (Porto Formoso)”.

Através deste investimento “proporcionamos um melhor acesso às zonas balneares e ao mar a quem apresente dificuldades de locomoção”, frisou o autarca, esclarecendo que “as cadeiras anfíbias disponíveis na praia de Santa Bárbara e nas piscinas municipais podem ser utilizadas de forma gratuita por pessoas com mobilidade reduzida”.

Devido às restrições provocadas pela pandemia, o município optou por não abrir as Piscinas Municipais, permitindo, apenas, o acesso gratuito ao mar.

Segundo ressaltou a Câmara Municipal, “a Bandeira Azul também foi hasteada na zona balnear das Calhetas, na praia de Santa Bárbara e na praia dos Moinhos, espaços que contam com vigilância, por parte das equipas de nadadores-salvadores, entre as 11 horas e as 19 horas, todos os dias da semana. O mesmo se aplica à praia do Monte Verde. Na praia da Viola (Lomba da Maia), no porto de pescas da Maia e na zona balnear dos Frades, também na Maia, a vigilância é aos fins-de-semana e feriados”.

Alexandre Gaudêncio aproveitou ainda a ocasião para reforçar que “a Ribeira Grande é um destino de férias e as nossas zonas balneares são seguras. O esforço desenvolvido nos últimos anos, ao nível da melhoria das infraestruturas físicas, mas sobretudo ao nível da segurança, têm colocado o nosso concelho no mapa, sendo muito procurado principalmente nesta altura do ano”.

O edil destacou que “também investimos nos equipamentos que estão ao serviço dos nadadores-salvadores que passam a dispor de rádios para comunicação entre eles, mota de água e uma moto 4×4 que também dará apoio à proteção civil municipal”, acrescentando que a autarquia “equipou as zonas balneares de desfibrilhadores, tendo para o efeito os nadadores-salvadores recebido formação específica para trabalharem com aquele equipamento, caso seja necessário”.

À semelhança do ano transato, as zonas balneares mantêm a informação associada ao projeto ColorADD (informação para daltónicos) e praia acessível (reforçada com uma zona reservada para pessoas com mobilidade reduzida).

 

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com