O presidente da Câmara da Ribeira Grande, Alexandre Gaudêncio, visitou o eco-centro da Lomba da Maia, localizado junto ao armazém municipal, para se inteirar do crescente volume de trabalho que está a ser desenvolvido no local.

Este é um dos dois eco-centros existentes no concelho da Ribeira Grande, sendo o que outro se encontra no parque industrial, locais onde os munícipes podem depositar resíduos de grandes dimensões de forma gratuita.

“Este eco-centro, à semelhança do que está instalado no parque industrial, disponibiliza equipas que fazem as recolhas diárias na zona nascente do concelho, selecionando depois os resíduos que são encaminhados para o eco-parque da ilha de São Miguel”, referiu o autarca durante a visita que contou também com a presença do vereador Carlos Anselmo e do presidente da Junta de Freguesia da Lomba da Maia, Alberto Ponte.

Para além do papel, cartão ou vidro que são encaminhados para reciclagem, os eco-centros também podem receber eletrodomésticos, equipamentos eletrónicos, resíduos verdes ou resíduos de obras de construção civil que são devidamente tratados e encaminhados.

Alexandre Gaudêncio lembrou que ambos os eco-centros “funcionam em horário de expediente e qualquer pessoa pode utilizá-lo, seja transportando os resíduos até lá ou requerendo a recolha caso não disponha de transporte adequado para o efeito”, sublinhando ainda o “importante papel que as juntas de freguesia têm desenvolvido ao nível da recolha de resíduos através da disponibilização de equipas que se dedicam a esse serviço, contribuindo para a limpeza do concelho.”

 

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com