A Câmara da Ribeira Grande voltou a superar os 90% ao nível da taxa de execução ao atingir, em 2017, um índice de 92,3%, superando os 90,8% do ano anterior, dados que vincam a boa capacidade do executivo camarário.

Em 2015, a taxa de execução tinha sido de 91,3%, muito acima dos 87% alcançados em 2014 e dos 82% verificados em 2013, números que realçam a constante preocupação do executivo camarário em apresentar orçamentos realistas.

Relativamente ao Plano Plurianual de Investimento destaca-se a taxa de execução de 89,75%, que representam 5,3 milhões de euros. A boa gestão camarária também fica bem patente no facto do índice de execução das receitas ter atingido os 101,4% (cerca de 20,3 milhões de euros), enquanto as despesas não ultrapassaram os 19,3 milhões de euros.