O Clube Desportivo de Rabo de Peixe subiu ao Campeonato de Portugal. Após algumas incertezas registadas pela interrupção do campeonato designado por “distrital” devido à pandemia do novo coronavírus, a 6 de maio surgiu a certeza de que Rabo de Peixe vai fazer-se representar no Campeonato de Portugal a partir da próxima época.

 

A faltar seis jornadas para o fim do campeonato de futebol dos Açores, o Desportivo de Rabo de Peixe sagrava-se campeão, prevendo a ascensão ao Campeonato Nacional de seniores, uma prova organizada pela Federação Portuguesa de Futebol. No entanto, todo o trabalho e expectativa dos jogadores e dirigentes desportivos viria a ser posto em causa pela decisão da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) em não haver subidas nem descidas no Campeonato Nacional.

O presidente do clube, Jaime Vieira, explica que “nós fomos a única equipa do país a ser campeã antes da interrupção do campeonato, o que para nós era um sinal ainda mais premente de que só tínhamos um caminho a seguir, que era a subida de divisão”, revelando que toda a equipa ficou na “expectativa durante um mês” devido à decisão da FPF.

No entanto, descontente com tal decisão, “o Desportivo de Rabo de Peixe, conjuntamente com mais 20 equipas criou um grupo para fazer alguma pressão sob a FPF, mas mais importante que isso foi o facto das diversas associações do país terem encontrado uma solução”. No caso do Desportivo de Rabo de Peixe, o sonho concretizou-se no passado dia 6 de maio, com a decisão da Federação Portuguesa de Futebol em aprovar a reformulação dos quadros competitivos, o que permitiu ao clube da vila de Rabo de Peixe subir de divisão.

“O Presidente da FPF teve sempre em conta o Desportivo de Rabo de Peixe. Mesmo quando defendia que não havia subida dos campeonatos distritais ao Nacional, foi sempre defendendo que o Rabo de Peixe era uma situação a analisar com cuidado porque, efetivamente, tínhamos sido campeões distritais.”, declarou o Presidente do clube.

Jaime Vieira fez questão de referir que nada disto seria possível sem o apoio do presidente da Associação de Futebol de Ponta Delgada, Robert Câmara, assim como do conhecido jogador micaelense Pedro Pauleta, que “tudo fizeram para que chegássemos a um final feliz”.

O Presidente do clube, que também é presidente da Junta de Freguesia de Rabo de Peixe, acredita que “esta subida de divisão irá projetar a nossa vila pela positiva, vila esta muitas vezes incompreendida e estigmatizada”.

A caminho de uma nova época, Jaime Vieira considera que este será um ano diferente e histórico e afirma que “não queremos ser apenas mais um, mas sim um dos clubes a ter e a fazer história no campeonato Português”.

Também Alexandre Gaudêncio, presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande, já mostrou a sua satisfação com o acontecimento, congratulando-se com a decisão da FPF, que revela “bom senso e coloca justiça no mérito desportivo”.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com