O Festival da Canção Gaia 2021 é uma iniciativa do Jornal AUDIÊNCIA, que tem como principal intuito a defesa e a valorização dos cantores, músicos e compositores, que tenham algum tipo de ligação ao concelho de Vila Nova de Gaia. Neste contexto, o AUDIÊNCIA falou com Duque Mc, que apoiou a realização deste evento e ressaltou que “Vila Nova de Gaia pode ficar, assim, a conhecer o que de bom se faz por cá”.

 

 

“Esta será uma justa, verdadeira, genuína e leal homenagem aos cantores, músicos e compositores de Vila Nova de Gaia”. É assim que Joaquim Ferreira Leite, diretor do Jornal AUDIÊNCIA, caracteriza esta iniciativa, que está a ser organizada “em colaboração e para aqueles que vivem no mundo da música”.

Neste seguimento, o AUDIÊNCIA está a contactar os artistas musicais, que têm algum tipo de ligação ao concelho de Vila Nova de Gaia, com o intuito de obter respostas às questões: “como é do seu conhecimento, o Jornal AUDIÊNCIA pretende organizar o Festival da Canção Gaia 2021, cujas datas estarão, naturalmente, dependentes da evolução da pandemia provocada pela proliferação da covid-19. Na sua opinião, qual é a relevância desta iniciativa?”, ”Acredita que uma ideia como esta, num período como este, pode contribuir fortemente para a valorização dos artistas de Gaia?”, “Na condição de cantor, músico ou compositor, se dependesse de si, que parâmetros acha que o regulamento deveria conter?”, ”Se tiver oportunidade e se regulamento for ao encontro dos seus anseios, pondera participar?”, “Quais são as suas expectativas para o Festival da Canção Gaia 2021?”. As declarações vão ser divulgadas ao longo das edições.

 

Duque Mc 

“Na situação em que vivemos, eventos como este são sempre importantes, tanto para os músicos, como para a população de Gaia, em geral, que tão bem se foi portando durante a pandemia. Digamos que é um prémio para ambos, visto que as duas partes sofreram imenso durante toda esta pandemia, que ainda não acabou”.

 

“Agora neste novo «normal», nunca se sabe qual é a melhor altura, seja para o que for, mas cumprindo as normas da DGS, por todas as partes, este pode tornar-se um evento benéfico para todo o tipo de músicos e estilos musicais. Vila Nova de Gaia pode ficar, assim, a conhecer o que de bom se faz por cá, dando mais valor, assim, aos artistas da «casa»”.

 

“Acho que deveria ser um regulamento normal como o de todos os outros festivais, dando, apenas, atenção, neste momento, à situação pandémica, para que tudo corra sem incidentes e que todos os músicos apresentem, apenas, músicas originais, para que Gaia fique a conhecer a boa música que se faz por cá”.

 

“Claro que sim. Nunca digo «não» a uma oportunidade de tocar para um público novo ou até mesmo o que já acompanha os trabalhos feitos. Tocar ao vivo, acho que é o melhor que um músico pode fazer, por isso, sim, eu iria participar com todo o gosto”.

 

“Antes de mais, espero que seja o primeiro de muitos, depois espero que traga boa música, alegria e que os músicos consigam mostrar o seu trabalho animando Vila Nova de Gaia e chegando, assim, a mais gente que ainda não conheça o seu trabalho. Que se torne uma tradição”.

 

 

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com