Com 803 votos a favor, Vasco Cordeiro foi reeleito presidente do PS/Açores. Os 97,7% dos votos, conquistados nas eleições de 22 e 23 de abril, garantiram-lhe, assim, o quarto mandato à frente do partido. A votação ainda permitiu eleger 160 delegados para o XVIII Congresso do PS/Açores, que se realiza entre 27 a 29 de maio, na ilha do Faial.

 

 

Vasco Cordeiro foi reeleito para o seu quarto mandato como presidente do PS/Açores, com 97,7% dos votos, nas eleições diretas do partido, que se realizaram no dia 22 e 23 de abril. Nas eleições em questão, exerceram o seu direito de voto, nas 44 mesas, distribuídas pelas nove ilhas, 822 militantes. Foram registados 803 votos a favor, 10 votos contra e 9 brancos/nulos. Esta votação permitiu, ainda, eleger os 160 delegados ao XVIII Congresso do PS/Açores, que se irá realizar na ilha do Faial, entre os dias 27 e 29 de maio, aos quais se irão juntar os delegados inerentes.

Após serem conhecidos os resultados, o reeleito presidente, Vasco Cordeiro, revelou sentir-se “profundamente honrado com a confiança depositada pelos militantes do Partido Socialista”, e realçou o compromisso de “construir e apresentar aos açorianos uma alternativa capaz, competente e séria a uma governação que se vai revelando, cada vez mais, distraída e incapaz de resolver aquilo que interessa aos Açores”.

No que diz respeito ao Congresso Regional, que se realiza no final de maio, na Horta, Vasco Cordeiro salientou ser um momento de “participação, de reflexão e de debate”, para que o Partido Socialista possa “continuar a centrar-se naquilo que é essencial: dar resposta aos açorianos e aos desafios com que os Açores estão confrontados.

“O que é essencial, o que nos move e motiva, é o dever de construir respostas que possam ajudar os Açores a progredirem e a desenvolverem-se. Foi isso que fizemos ao longo da nossa história, e que fizemos nos 24 anos em que tivemos responsabilidade de governar a Região. É isso que, certamente, faremos, também agora, no presente e no futuro: servir os Açores e apresentar soluções que possam melhorar a vida dos nossos concidadãos”, reforçou Vasco Cordeiro.