O líder da JS/Açores propôs a criação de um “plano eficaz” para atrair os jovens qualificados que queiram regressar para os Açores.

 

Organizada pela JS/Açores, a primeira edição da “Academia Geração” aconteceu no fim de semana de 21 e 22 de agosto, em formato presencial na ilha Terceira e através da internet nas restantes ilhas dos Açores.

Na ocasião, o presidente desta juventude partidária propôs a “criação de um plano eficaz, que possa atrair os jovens qualificados que querem voltar para os Açores” quer através de “políticas públicas de apoio ao empreendedorismo”, quer através de “apoios específicos para os próprios e para o seu agregado familiar”.

Vílson Ponte Gomes assumiu que “estamos convictos da nossa missão, que é resgatar para a política a capacidade de debater e traçar ideias para superar tanto os nossos desafios geracionais como os desafios intergeracionais.

Para o jovem socialista, esta proposta pode garantir a “fixação” dos jovens e contribuir para “criar emprego com estabilidade e dignidade, para criar valor e riqueza para a economia regional” e, ainda, promover “a melhoria da qualidade de vida dos que cá estão”.

O objetivo desta iniciativa foi contribuir para a sociedade política, para a atividade política, para a formação dos jovens e para a sua participação ativa na vida e na comunidade, explicou Vílson Ponte Gomes, que reconheceu o desafio de organizar esta primeira edição, já que “não são fáceis os tempos que atravessamos”.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com