Jonathan Phillips é professor de História das Cruzadas no Royal Holloway, na Universidade de Londres, e autor de várias obras sobre a temática das Cruzadas. É coeditor da publicação académica Crusades e escreve para a BBC History e History Today. No mês de maio, a editora Saída de Emergência, sob a chancela Desassossego, publicou a nova obra do autor: “A vida e a lenda do Sultão Saladino”, personagem responsável pela reconquista de Jerusalém aos Cruzados.

Na sinopse da obra pode ler-se: “Quando Saladino reconquistou Jerusalém aos Cruzados em 1187, fazendo regressar a lei islâmica à Cidade Santa, as repercussões sentiram-se em todo o mundo conhecido, estendendo-se até à atualidade. Quatro anos depois voltava a enfrentar a Terceira Cruzada e os principais monarcas europeus. Mas, meses depois, Saladino morria em Damasco, exausto e praticamente na miséria. No entanto, durante a sua vida adquiriu uma reputação sem paralelo. Guerreiro feroz e diplomata experiente, a cortesia, justiça, generosidade e misericórdia de Saladino foram reverenciadas por companheiros muçulmanos e rivais cristãos como Ricardo Coração de Leão”.

Jonathan Phillips oferece, nesta obra, um combinado entre uma investigação meticulosa da história, bem como um novo olhar sobre os triunfos, fracassos e contradições de uma das figuras mais icónicas das Cruzadas. Explora o legado de Saladino e a forma como, ainda hoje, é invocado por líderes muçulmanos como uma inspiração a seguir.

Dan Jones, no Sunday Times, comparou as intrigas e batalhas narradas no livro com as da célebre coleção “A Guerra dos Tronos”. Já o The Times classificou este como ”um dos melhores livros do ano”.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com