Terminou a 28 de abril a primeira edição do Arraial Taurino. Uma iniciativa da Associação Regional de Criadores de Toiros de Tourada à Corda (ARCTTC), Tertúlia Tauromáquica Terceirense e Tertúlia Tauromáquica Praiense, que, durante cinco dias, animou a ilha terceira, com colóquios, gastronomia e muitas atividades taurinas, entre elas, espetáculos equestres, demonstrações de toureio a cavalo, atuações de forcados, recortadores e capinhas e integrou ainda a XIV edição do Ciclo de Tentas Comentadas.

Ganadarias, tertúlias, cavaleiros, bandarilheiros, capinhas, grupos de forcados e artesãos apresentaram a sua história e trabalho através de expositores visitáveis durante os dias do arraial. Mostraram que a tourada não encontra um fim em si mesma, não é apenas o arraial enfeitado, nem a praça cheia, não é o touro que irá percorrer o arraial ou ser lidado na arena, é antes um produto do trabalho de muitos e a paixão intrínseca de tantos outros, que sentem e vivem a festa brava todo o ano e que, durante estes dias, puderam olhar, ouvir, tocar, cheirar e saborear um pouco de tudo o que a integra.

Neste arraial taurino, a ARCTTC lançou ainda uma campanha de sensibilização sobre a tourada à corda, designada “Conheça a tourada à corda, Participe em Segurança”, que tem como objetivo informar e sensibilizar locais e turistas sobre esta atividade com um enorme peso na nossa cultura e que é sobejamente apreciada por muitos dos que nos visitam.

No dia 26 de abril mais de uma centena de crianças e jovens tiveram a oportunidade de conhecer mais de perto o mundo dos toiros, com uma visita aos monumentos ao toiro e ao forcado, visita aos stands do arraial, visita à sede e museu da Tertúlia Tauromáquica Terceirense, visita à Praça de Toiros, designadamente às cavalariças, curros, trincheira e arena e ainda ao desenvolvimento de diversas atividades com os grupos de forcados, cavaleiros e bandarilheiros, atividades estas que culminaram com uma “mini-tourada” à corda, que fez as delícias dos mais novos.

A Praça de Toiros da Ilha Terceira, as suas imediações, a sede da Tertúlia Tauromáquica Terceirense e ainda os tentadeiros das Doze Ribeiras, São Bento e Terra Chã foram palco de múltiplas e diversas aprendizagens, partilhas de experiências e da criação de bonitas e inesquecíveis memórias.

Várias foram as entidades públicas e privadas que apoiaram a realização deste evento, a quem a organização reiterou um profundo agradecimento, designadamente e acima de tudo, por respeitarem a cultura taurina e a apoiarem sem reservas e preconceitos. 

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com