A Câmara Municipal de Gaia anunciou que, no seguimento das medidas de prevenção adotadas para a retoma em segurança das atividades do GAIAaprende+, que preveem a troca de calçado à entrada das escolas, a interdição da entrada de brinquedos ou outros objetos, a testagem de todos os colaboradores e o limite máximo de dez crianças por grupo, com um assistente operacional dedicado exclusivamente a cada um, decidiu estender o reforço alimentar assegurado ao longo do ano letivo a todas as crianças do GAIAaprende+, abrangendo, assim, o período de férias escolares, para evitar, também, o transporte de lancheiras por parte dos alunos.

Segundo a autarquia, “por norma, durante o ano letivo, é assegurado um reforço alimentar para as crianças ou alunos do pré-escolar e do 1º ciclo, que entrem às 8h15, um lanche após as Atividades de Enriquecimento Curricular (AEC), para os alunos do 1º ciclo e o lanche da tarde, para as crianças do pré-escolar que fiquem no estabelecimento após as 17h30. Com este apoio, as crianças do GAIAaprende+ Férias passaram a ter também direito a um reforço do pequeno-almoço, aos lanches da manhã e da tarde e o reforço deste último para aqueles que fiquem após as 17h”.

O GAIAaprende+ Férias teve início no passado dia 29 de junho e vai terminar no arranque do próximo ano letivo e, este ano, está dedicado à temática “Pelos Mundos da Cultura”.

“Esta medida, em vigor desde o início do programa GAIAaprende+ Férias, representa um custo de cerca de 33 mil euros e resultou de uma necessidade de saúde pública e de um esfoço coletivo na prevenção e controlo da pandemia, garantindo, assim, a prossecução do interesse público e da proteção dos direitos e interesses dos cidadãos”, sublinhou o município.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com