O nonagenário Golfe de Miramar, fundado no longínquo ano de 1932, esteve em particular evidência no recente Campeonato de Jovens, organizado pela Associação de Golf do Norte de Portugal, e que teve como palco, em datas distintas, o percurso do próprio clube miramarense, onde competiram os escalões de Sub-10, Sub-12 e Sub-14 anos, e o do Golfe de Amarante, na Quinta da Deveza, onde evoluíram os praticantes das categorias de Sub-16, Sub-18 e Sub-25 anos.

Em termos evolutivos, há que reconhecer que o torneio foi um sucesso, tendo sobressaído em ambos os percursos, um golfe de alta qualidade, em especial nos escalões dos jogadores mais experientes. Como o próprio título indica, o Golfe de Miramar foi o mais titulado, tendo conquistado nada menos do que cinco galardões principais, com referência aos primeiros lugares. A colectividade miramarense obteve dois primeiros lugares nos Sub-10, com a inclusão da modalidade “net” (Henrique Ferreira da Costa e Margarida Alves), superiorizando-se também nos Sub-12 (Bernardo Ferreira da Costa), Sub-14 (Tomás Araújo) e Sub-16 anos, através da sua actual campeã, Ana Costa Rodrigues.

Os restantes foram para o mais antigo clube português da modalidade (Oporto, fundado em Espinho, em 1890), através da grande promessa que é Afonso Girão, Golfe de Paredes, nos Sub-12 “net” através de Elisa Garcês e Tiago Mendes, e Sub-18, através do seu praticante Hugo Camelo Ferreira.

O Golfe de Paredes também deu boa conta de si, tendo obtido dois títulos, fruto da boa prestação dos seus jogadores Tiago Mendes (Sub-14 “net”) e Hugo Ferreira, este no escalão Sub-18.

Afonso Girão “arrasou” com nove abaixo do par

Quando se trata de competições com várias voltas, os dias que se seguem à estreia são sempre motivo de esperança em melhorar o menos conseguido na volta anterior. Porém, os gémeos espinhenses Afonso e João Girão, que começaram a dar as primeiras tacadas em Miramar, contrariaram tal teoria no escalão de Sub-25, em cujo escalão foram os únicos a concluir com o “score” agregado abaixo do par do campo amarantino (par 68). Afonso Girão, com um total de 15 “birdies” nas três voltas, foi mesmo a principal figura do torneio, e o único a cumprir as três voltas abaixo do par – 65+63+67 – para se afirmar como um praticante de elevado nível qualitativo, com um registo de nove abaixo do par (-9). Quanto ao irmão gémeo João, ainda que menos exuberante, também deu boa conta de si, terminando com uma abaixo do par (agregado de 203 pancadas), com os parciais de 71+65+67, mas deixando António Teixeira à distância irrecuperável de 25 pancadas.

O outro concorrente que se sobrepôs no duelo com o par do campo, foi Hugo Camelo Ferreira, do Golfe de Paredes, vencedor do escalão de Sub-18, com 10 “birdies” que lhe permitiram sagrar-se campeão com um agregado relativo de duas abaixo do par (-2), parciais de 71+66+65 e o agregado de 202 pancadas, depois de obter a vantagem de duas pancadas sobre o seu companheiro Pedro Mendes, que terminou ao nível do par agregado (204 pancadas) , com os parciais de 66+64+74). Esteve entre o melhor e o pior.

Na luta pelo escalão de Sub-16 anos, com um intruso espanhol, Marc Carbonell, a título não oficial, a campeã de Miramar, Ana Costa Rodrigues, impôs-se com naturalidade triunfando sem surpresas, com 214 pancadas (+10) com os parciais de 70+72+72) e uma curta vantagem de duas pancadas sobre o irmão gémeo (Afonso), que se sagrou vice-campeão, igualando o “score” do golfista do país vizinho (+12). Afonso Costa Rodrigues fez uma prova com notável regularidade de 72 pancadas em cada volta e o total de 216 pancadas (+12).

Quadro geral de resultados

Sub-10 anos – Campeão, Henrique Ferreira da Costa (Miramar); vice-campeão, João Alvim (Citynorte); Campeão “net” – Margarida Alves (Miramar); vice-campeão, João Balixa (Miramar); Sub-12 – Campeão, Bernardo Ferreira da Costa (Miramar); vice-campeão, Luís A. Silva (Miramar). Campeão “net” – Elisa Garcez (Paredes); vice-campeão, Gabriel Folha (Oporto). Sub-14 – Campeão – Tomás Araújo (Miramar); vice-campeão, Diogo Rocha (Miramar). Campeão “net” – Tiago Mendes (Paredes); vice-campeão, Alfredo Cunha (Paredes). Sub-16 – Campeão, Ana Costa Rodrigues (Miramar); vice-campeão, Afonso Costa Rodrigues (Miramar); Sub-18 – Campeão, Hugo Ferreira (Paredes); vice-campeão, Pedro Mendes (Paredes). Sub-25 – Campeão, Afonso Girão (Oporto); vice-campeão, João Girão (Oporto).

Barreira de Castro triunfa na III Ordem de Mérito Sénior

Entretanto, os seniores do clube miramarense, com mais de meia centena de inscritos, disputaram mais um dos torneios da sua Ordem de Mérito, tendo-se destacado J. Barreira de Castro, ao cumprir os 18 buracos regulamentares com o “score” “gross” de 81 pancadas, numa prova bastante renhida na luta pelos lugares cimeiros. Barreira de Castro venceu destacado, com 85 pancadas e deixou a quatro pancadas, os perseguidores mais directos, Correia de Almeida, Mário Ferreira e Carlos Alberto Gonçalves. Na classificação bonificada, o empresário Mário Ferreira, “homem forte” da Douro Azul, alinhou com 17 de “handicap” e obteve o primeiro lugar, com uma vantagem mínima sobre os demais, terminando com o “score” de 68 pancadas “net”, menos uma que a dupla Jorge Marinho e Rui Tavares (ambos com 69), seguidos de Eduardo Torres, com 70.  

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com