Como Liberal, custa-me aceitar, mas aceito, que nos sejam retirados PROVISORIAMENTE direitos e liberdades, em prol da Segurança e saúde pública. Agora que nos sejam retirados estes mesmos direitos, sem base científica e factual, que comprovem e provem, os benefícios da retirada de tais direitos, é algo que simplesmente não posso nem consigo tolerar.

Ficou claro, no primeiro fim-de-semana, das últimas 3 semanas que a restrição horária, de certos estabelecimentos comerciais, apenas causa mais aglomerados populacionais, não reduzindo, mas aumentando a probabilidade de contacto, não é política, não é ciência é puramente senso comum, o que alguns até chamariam de tato ou neste caso falta dele.

Como dizia há alguns dias, “não há oxigénio no hospital, mas é a economia que não consegue respirar”. Há que urgentemente tomar medidas na ilha de São Miguel, começando por um bom plano estratégico, URGENTE, de retoma, faseada, das nossas crianças para a escola, ao invés de manter o status quo de “zombificação” em frente a monitores e ecrãs. Crianças para a escola e pais para o trabalho!

É necessário deixar quem quer trabalhar, trabalhar ou um dia será tarde demais para termos qualquer tipo de retoma, em especial no sector turístico, onde o layoff ainda se faz sentir e alguns ligados ao ramo estão à mais de um ano e meio sem trabalhar e/ou sem fontes de rendimento.

Julgam que estes profissionais vão-se manter no ramo durante muito mais tempo, muitos já procuraram, alguns com sucesso, alternativas de emprego.

Agora pergunto, e quando for para reabrir as portas ao Turismo? Não há profissionais no mercado e regressamos 10 anos atrás, no trabalho desenvolvido pelas empresas do ramo.

Não poderia perder a oportunidade, de me dirigir aos senhores e senhoras do “Fechem os Aeroportos”, olhem para o vosso lado, para os vossos amigos e familiares, é muito provável que conheçam alguém que, direta ou indiretamente depende do sector do Turismo para subsistir, pelo que fica uma mensagem de reflexão, sobre esta forma de estar e de ser.

Incrédulo fico, que mantemos o “status quo” de pacificidade e de inação, perante tanto atentado à nossa Liberdade, seja ela do confinamento, ou até mais recente o atentado que houve à Liberdade de Expressão.

Quem adormece em democracia, acorda em ditadura! Acordemos Micaelenses e acordemos Açorianos, que se ignorem, quem está fixado em bairrismos e em problemas, e foquemo-nos em soluções e sinergias!

Haja saúde, coragem e Liberdade!

 

 

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com