No passado dia 1, na igreja de Cristo Rei (Dominicanos), foi ordenado Diácono o Frei José Manuel Ferreira da Silva, natural de Perosinho, concelho de Vila Nova de Gaia. Este teve o privilégio de ser ordenado por Sua Eminência, o Cardeal D. José Tolentino de Mendonça, que presidiu à eucaristia.

 

Esta foi a primeira ordenação de D. Tolentino, que foi ordenado Bispo em 2019, e no mesmo ano, cardeal pelo Papa. Já para o jovem frei, esta foi uma grande honra.

 

Manuel Ferreira da Silva nasceu em 1992, e fez a instrução primária e secundária em Pedroso, Gaia, e o 12º ano, na Escola Secundária de Ermesinde. A sua formação catequética, desde o primeiro ano até ao crisma foi feita em Perosinho.

 

Desde muito cedo, mostrou desejo numa forte ligação à igreja, mesmo sem ter idade, queria ser acólito. Foi coralista e, em 2001, aquando da abertura de uma formação para acólitos, inscreveu-se, e a 16 de julho de 2002 (Festas em Honra da N. S. do Carmo), foi feito acólito na Igreja Matriz de Perosinho.

 

Em 2010, quando este grupo de servidores da igreja, estava a fraquejar, José Manuel, “arregaçou as mangas”, e restaurou o grupo com 14 novos acólitos que foram integrados a 16 de julho daquele ano.

 

José Manuel foi interpelado por alguns clérigos de diversas congregações até que decide confessar o seu desejo ao pároco da sua freguesia, o Pe. Augusto Pereira Batista, que teve um papel importantíssimo na sua trajetória até à Ordenação Diaconal. Este de imediato apresenta-o ao responsável do Seminário.

 

Em 2008 dá conhecimento aos seus pais e, neste ano, entra no Seminário do Bom Pastor em Ermesinde. Para este jovem não foi nada fácil poder transmitir a sua vocação ao serviço da igreja, mas conseguiu graças a um contacto com um Frade Dominicano, que lhe indicou o caminho a seguir dentro desta Congregação.

Assim, em 2014, entra para a Ordem dos Pregadores, Dominicanos, dando início à sua carreira na igreja. Para ele foi um trabalho bastante árduo, onde foi vencendo obstáculos, e que culminou com esta Ordenação Diaconal.

 

Ficamos com a certeza que este ato, as palavras que escutou dos Dominicanos e em particular de D. José Tolentino de Mendonça, ficarão para sempre na sua memória e também em particular dos perosinhenses que em massa se deslocaram à Igreja de Cristo Rei.

 

A Eucaristia teve a colaboração do Grupo Coral da Tuna Musical da Mocidade Perosinhense, que esteve a um bom nível sob a regência do Prof. Paulo Bernardino.

 

Como surpresa, no momento da Ação de Graças, foi executada uma peça com o título “De Santa Maria”, poema que teve a tradução de Sua Eminência D. José Tolentino de Mendonça e musicado pelo Maestro do Grupo Coral. Quando o Coral deu início a esta peça, o Sr. Cardeal esboçou um lindo sorriso para o coro e foi notório naqueles que marcaram presença, os rostos de alegria e emoção.

 

Para o Frei José Manuel, só nos resta desejar-lhe muitas felicidades.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com