A freguesia da Ribeira Seca da Ribeira Grande foi fundada a 25 de outubro de 1576. Com uma ermida devota de São Pedro, a freguesia foi crescendo em seu torno, sendo que hoje, devido aos terrenos que a envolvem, é uma das freguesias constituintes da cidade da Ribeira Grande com mais probabilidade de expansão.

A igreja paroquial de São Pedro faz parte do património da freguesia, sendo a sua festa celebrada de sete em sete anos, quando o dia 29 de junho acontece num domingo. As Cavalhadas de São Pedro fazem parte destas festividades consideradas as maiores dos Açores. Quando o Pico do Sapateiro entrou em atividade em 1564, a freguesia ficou quase totalmente subterrada e a ribeira ficou seca. A lava rodeou toda a ermida de São Pedro e a imagem ficou intacta, o que foi considerado por muitos um milagre. Anos mais tarde, outro vulcão entrou em erupção. O Governador da ilha, que habitava em Vila Franca do Campo, lembrou-se do milagre ocorrido na Ribeira Seca e prometeu que se o seu palácio e a sua esposa (que estava grávida) sobrevivessem, havia de visitar São Pedro todos os anos, enquanto tivesse vida, no seu dia (29 de junho). Assim aconteceu e todos os anos, a 29 de junho, dirigia-se em procissão até à Ribeira Seca juntamente com os seus vassalos, mordomos do Espírito Santo e simples peões, envergando os seus melhores trajes.

Chegados à ermida, o fidalgo declamou em quadras a vida do Santo, deu sete voltas ao adro (representando os sete dons do Espírito Santo) e dirigiu-se para a Ribeira Grande, onde deu três voltas à igreja do Espírito Santo e três à ermida de Santo André, irmão de São Pedro. Mesmo depois da morte do Governador a devoção continuou.

Atualmente, as Cavalhadas saem do Solar da Mafoma, saindo em desfile até à igreja de São Pedro e completando o percurso descrito.

Para além da igreja paroquial, o principal património desta freguesia é o Fontanário do Largo de São Pedro, o Solar da Mafoma, as ermidas da Mãe de Deus, de Nossa Senhora do Bom Sucesso e ‘Ecce Homo’. Outros pontos de interesse são a Praia de Santa Bárbara e as Casamatas deste areal.

População: 2.950 (Censos 2011)

Área: 12.57km2

Junta de Freguesia:

Executivo (PSD)

Presidente: João Moniz

Tesoureira: Laudalino Gaipo

Secretária: Helena Silva

Assembleia de Freguesia (PSD)

Presidente: José Aguiar

1.ª secretária: Lúcia Botelho

2.º secretário: Filipe Pereira

Instituições:

Associação Cultural e Recreativa Alvorada de São Pedro

Clube Atlético Desportivo de São Pedro

Grupo 111 – Escoteiros de Portugal

Fábrica da Igreja da Ribeira Seca

Clube Hóquei Caldeiras

Limítrofe:

Limitada a Norte pelo Oceano Atlântico, a Sul por Água de Pau e Santa Bárbara, a Este pela Conceição e a Oeste por Rabo de Peixe.

Principais festividades:

Festas de São Pedro (29 de junho)

Festas do Sagrado Coração de Jesus (primeiro domingo após o 15 de Agosto).

O Presidente

 João Paulo Melo Dâmaso Moniz é, desde 2013, presidente da Junta de Freguesia da Ribeira Seca. Formado em Engenharia Civil, é o segundo mandato que o jovem de 33 anos exerce enquanto autarca da freguesia que o viu nascer e crescer.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com