Pedro Tavares, presidente do Conselho de Administração da UNILEITE, anunciou, no passado dia 1, o aumento de um cêntimo por litro de leite no valor a pagar aos seus produtores, com efeitos a partir do dia 1 de outubro.

“Desde que assumimos funções na administração da UNILEITE, sempre foi o nosso foco valorizar os nossos produtos de modo a que possamos melhor remunerar os nossos associados e para isso, foi necessário reorganizar e reajustar toda a estrutura, definindo um plano estratégico ao nível da fábrica, ao nível financeiro e ao nível comercial”, explicou.

A crise ao nível da produção de leite tem-se vindo a acentuar, com especial incidência nos últimos meses tendo em conta a subida acentuada dos fatores de produção, situação a que a própria fábrica da Unileite, também não está imune, atendendo às subidas das diversas matérias primas utilizadas na transformação (desde as embalagens primárias, secundárias assim como todos os consumíveis).

Como tal, a UNILEITE estabeleceu ao nível comercial, uma estratégia de diferenciação e valorização, assente na origem e no modo de produção dos produtos lácteos, que agora começa a apresentar resultados, permitindo assim poder dar o passo no sentido de valorizar o leite pago junto dos seus produtores.

“A nossa estratégia contou para isso a nível regional, com a concordância de toda a distribuição, pois só assim se consegue efetivamente alavancar a economia Açoriana, gerando valor em toda a cadeia. Tendo em conta que a situação dos produtores de leite no Continente Português também não é melhor, sabendo que o nosso principal mercado é efetivamente o mercado Continental, esperamos igualmente que esta nossa medida possa “contagiar” toda a distribuição a nível nacional”, concluiu Pedro Tavares.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com