Já está no terreno a segunda, e última, fase da construção da Plataforma de Acolhimento e Tratamento Animal (PATA), num investimento municipal de cerca de 1,4 milhões de euros e que se prevê que esteja terminado em fevereiro de 2021. A PATA ficará enquadrada numa zona verde da freguesia de Avintes, próxima do Parque Biológico de Gaia, e terá uma área de cerca de 3 mil metros quadrados, quatro vezes maior que o Centro de Reabilitação Animal.

O equipamento estará estruturado em três grandes grupos. O núcleo “formar”, destinado a um centro de formação vocacionado para ações de sensibilização contra o abandono de animais bem como os cuidados a ter com os mesmos; o núcleo “cuidar”, para áreas administrativas, de tratamento e apoio ao alojamento de animais, incluindo um gatil; e o núcleo “alojar” que ocupará posições mais reservadas e protegidas para assegurar o bem-estar dos animais, destinado ao alojamento e oferecendo serviços de maternidade, uma área de recreação e um parque canino.

A PATA nasceu da necessidade de acrescentar mais valências à atual oferta do município nesta área, já que o Centro de Reabilitação Animal de Gaia não consegue dar resposta a todas as necessidades.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com