As administrações da Fábrica de Tabaco Micaelense (FTM) e da Tabaqueira, uma subsidiária da Philip Morris International (PMI) reuniram-se em Ponta Delgada para firmar a renovação, em contrato, da parceria estratégica que mantêm há cerca de 40 anos.

 

 

As administrações da Fábrica de Tabaco Micaelense (FTM) e da Tabaqueira, uma subsidiária da Philip Morris International (PMI), representadas pelos seus presidentes, Mário Fortuna e Pedro Nunes dos Santos, respetivamente, assim como pelo Diretor-Geral da Tabaqueira, Marcelo Nico, foram recebidas pelo presidente do Governo Regional dos Açores, José Manuel Bolieiro, para apresentação de cumprimentos e para darem conta das linhas gerais do contrato plurianual que ambas assinaram e que vigorará até 2025.

O contrato em causa dá continuidade e reforça uma relação de parceria estratégica que se iniciou há cerca de 40 anos. A FTM, que celebra este ano o seu 155º aniversário, chegou a fazer parte do universo empresarial da Tabaqueira, entre 1995 e 2001, tendo, nessa data, a totalidade da participação da Tabaqueira sido adquirida pela Sociedade Atlântica de Investimentos (SAI), que integra um grupo de investidores açorianos.

A Fábrica de Tabaco Micaelense assume-se como sendo “uma das mais relevantes empresas açorianas, a FTM é um dos principais agentes económicos e empregadores da Região e uma referência incontornável na indústria do tabaco à escala nacional, tanto pelas suas origens, história e tradição, como pelo seu enorme dinamismo e empreendedorismo”.

No ato de assinatura dos contratos, o presidente da FTM, Mário Fortuna realçou a solidez do relacionamento entre as duas empresas, “cimentado em princípios éticos e empresariais sólidos e num espírito de contínua inovação quer tecnológica quer operacional e procedimental, contribuindo para a sustentabilidade da indústria e do comércio do setor, com expressivo contributo para as vendas não só nos Açores como na Madeira e no continente”.

Na ocasião, Pedro Nunes dos Santos, presidente da Tabaqueira referiu que “este contrato que, durante os próximos cinco anos irá regular as relações entre as nossas duas empresas, materializa a confiança da Tabaqueira na capacidade que a FTM tem vindo a demonstrar, enquanto importante empresa industrial e comercial nos Açores e na Madeira, em constituir um parceiro estratégico da Tabaqueira no reforço e consolidação da sua posição de liderança no mercado nacional de produtos de tabaco”.

Por outro lado, Marcelo Nico, diretor-geral da Tabaqueira, referiu que “a FTM é um parceiro natural da Tabaqueira na transformação que estamos e queremos continuar a desenvolver a nível global, rumo a um futuro sem fumo. Temos um legado histórico de relacionamento com cerca de 40 anos com a FTM e, por isso, à medida que caminhamos para um futuro no qual se afirmam como alternativa os produtos de tabaco sem combustão, devemos aproveitar as competências e enraizamento de quem conhece a realidade dos mercados insulares e as especificidades do trabalho do terreno. Renovar esta parceria por mais cinco anos demonstra a confiança que temos na FTM e na sua capacidade de contribuir para a visão de transformação que temos em curso”.

Neste contexto, a Fábrica de Tabaco Micaelense recordou que “em 2018, a Tabaqueira decidiu iniciar, nas Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira, a comercialização do IQOS, um dispositivo eletrónico sofisticado que permite o consumo de produtos de tabaco aquecido (HEETS), uma verdadeira e efetiva alternativa aos produtos de combustão, como os cigarros” e que a empresa “desenvolveu uma parceria estratégica com a FTM também neste domínio, dado esta ser o seu parceiro natural para implementar o seu processo de transformação de negócio e operações rumo a um futuro sem fumo”.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com