Segundo a Câmara Municipal da Trofa, o Orçamento Participativo Jovem tem como missão “contribuir para o exercício de uma intervenção informada, ativa e responsável dos jovens cidadãos nos processos de governação local, garantindo a participação individual, em contexto escolar e associativo”.

O executivo destacou ainda que foram apresentados 14 projetos a esta edição do OPJ, sete de âmbito escolar e sete de âmbito concelhio, agora em fase de análise pelos técnicos do GATOP, pelo grupo de trabalho que faz a gestão do Orçamento Participativo Jovem.

No que toca ao âmbito escolar, foram apresentados os projetos “Leituras & Leituras”, “Desporto e lazer, dá saúde e prazer!”, “Yoga na Escola, uma questão Corpo-mente”, “Aprender com Sentidos”, “Orquestra na Escola”, “Xuta Querelêdo” e “M&M – Música e Multimédia”.

Relativamente ao âmbito concelhio, foram apresentados os projetos “Horta da Saúde – Horticultura Terapêutica”, “Mais Condições, Melhor Diversão”, “BandatéTi”, “Samba comVIDA”, “Skateland 2.0”, “Para um Pavilhão Municipal Melhor” e “Change Minds”.

A Câmara Municipal da Trofa dispõe, anualmente, de uma verba de 25 mil euros do Orçamento Municipal, sendo 17500 euros para a concretização de projetos de âmbito geral ou associativo e 7500 euros para os projetos de âmbito escolar. Os projetos vão ser votados pelos jovens na Assembleia Municipal que vai decorrer no próximo dia 14 de dezembro, momento em que serão conhecidos os projetos vencedores desta edição”.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com